“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Rota 66 e Hoover Dam, Arizona e Nevada - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

Neste dia iríamos para Las Vegas, nossa última parada, e nesses mais de 400 km aproveitamos para conhecer um trecho da famosa Rota 66. Esta estrada construída entre 1.933 e 1.938 ia de Chicago para Los Angeles num total de 3.945 km interligando vários municípios rurais; foi tão importante que ficou conhecida também como "Mother Road" ou Estrada Mãe. Muitos dos importantes artistas dessa época ficaram  associados a ela como Elvis Presley, Marilyn Monroe, James Dean entre outros assim como muitos filmes a usaram como cenário sendo "Easy Rider" ou Sem Destino um dos mais emblemáticos.

Com a construção de modernas auto estradas acabou por ser abandonada e muitas das cidades que cresceram ao seu redor entraram em declínio; mas o culto a ela por representar o espírito americano possibilitou a essas cidades explorarem o saudosismo daquela época. Desde 1.985 a Rota 66 não faz parte do sistema oficial de transporte americano e passou a se conhecida como "Histórica Rota 66".

Dentre essas cidades Williams foi a primeira que conhecemos; são muitas as referências à estrada, a começar pela entrada da cidade.



quinta-feira, 24 de novembro de 2016

domingo, 20 de novembro de 2016

Grand Canyon - Desert View Road, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

O Parque Nacional do Grand Canyon, criado em 1.919, abrange uma área de 4.926,7 km2 sendo 446 km de comprimento com até 29 km de largura e chegando a uma profundidade de 1,8 km. Essa enorme fissura vem sendo causada, há pelo menos 17 milhões de anos, pelo Rio Colorado que nasce no Parque Nacional de Rocky Mountains no estado do Colorado, atravessa vários outros estados até desembocar no Oceano Pacífico. Nesse percurso de 2.334 km a erosão causada originou grandes mudanças na paisagem e que hoje são áreas protegidas como o Zion Park, o Bryce Canyon Park e Capitol Reef Park entre outros. Dentre eles o Grand Canyon é o mais conhecido e o mais grandioso recebendo cerca de 4,5 milhões de visitantes anualmente.



terça-feira, 15 de novembro de 2016

Sedona, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

A ansiedade por conhecer Sedona era grande pois sabíamos que era a mais bonita e interessante entre as cidades que visitaríamos nesta viagem, com exceção de Las Vegas claro. Aqui a natureza se faz presente através de rochas avermelhadas em vários formatos, as Red Rocks que formam o Oak Creek Canyon.

Outra característica  é seu lado místico já que se acredita que as rochas avermelhadas são vórtices, lugares onde a energia do planeta se concentra favorecendo a meditação e a harmonia; em decorrência disso muito do comércio é voltado para essa área.

Nossa primeira parada foi no aeroporto já que daqui tem-se uma vista global da cidade e da região.





sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Arredores de Sedona, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

Há variados atrativos turísticos ao redor de Sedona: floresta petrificada, cratera de meteoro, cidade fantasma, antigos povoados indígenas, entre outros. Nossa escolha foi baseada mais pela distância e ficou assim:

Montezuma Castle: encravado num paredão rochoso foi construído pelos índios Sinagua como moradia, tendo uma altura semelhante a um prédio de cinco andares possuía 20 quartos e podia abrigar 50 pessoas. Os índios Sinagua viveram nesta região, Camp Verde , entre os anos 500 e 1.425 quando foram expulsos pelos índios Yavapai. Em 1.860 os exploradores espanhóis pensaram se tratar de uma construção asteca e lhe deram o nome do imperador do México, Montezuma II, nome que foi mantido.






segunda-feira, 7 de novembro de 2016

A caminho de Sedona, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016


Saindo de Page não imaginávamos que as estradas e paisagens seriam tão diversificadas e tão bonitas. Começou com uma estrada entre rochedos, às vezes com penhasco em um dos lados.





quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Page, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

Page foi escolhida como nossa base por possuir uma infra estrutura melhor com oferta maior de hotéis e restaurantes. A região é a terra dos índios Navajos e toda a organização turística pertence a eles.

Primeiro fomos para o Monument Valley, antes uma grande planície que sob a ação do vento e da água originou a paisagem que vemos hoje, cenário de muitos e muitos filmes, entre eles  Forrest Gump, Sem Destino, De Volta para o Futuro e vários estrelados por John Wayne.

 O dia começou ensolarado e iluminava a cadeia montanhosa que rodeia a cidade.

~

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

A caminho de Page, Arizona - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

Nosso destino era Page no Arizona desviando ainda em Utah para conhecer o Bryce Canyon mas o dia amanheceu cinzento e quando cruzamos o túnel para acesso a Mount Carmel Junction já chovia. Não tem como parar na estrada e só pudemos tirar fotos de dentro do carro, as formações rochosas aqui impressionam pois parecem estar em camadas, muito diferente dos paredões de dentro do Zion Park.







terça-feira, 25 de outubro de 2016

Zion Park, Utah - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

O Estado de Utah é conhecido pelo comando mórmon e por possuir talvez as mais belas paisagens americanas protegidas como parques nacionais que abrigam florestas, canyons e monumentos, dentre todas o Zion Park é o mais conhecido.

 Em Springdale há ônibus gratuito que leva os turistas para a entrada do parque, já que seu estacionamento lota rápido, mas preferimos sair de carro cedinho e no guichê de entrada compramos nosso passe anual que tivemos de assinar e mostrar o passaporte para evitar  troca de dono, lá também recebemos um mapa.


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Springdale, a caminho do Zion Park - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

Chegamos no aeroporto de Las Vegas e daqui já avistamos alguns dos seus suntuosos hotéis, mas este seria nosso último destino e seguimos  de transfer gratuito até a central das locadoras. A primeira parada foi em Springdale, uma pequena cidade na porta de entrada do Zion Park.
Os grandes edifícios foram substituídos por uma estrada monótona mas logo as montanhas começaram a aparecer.



terça-feira, 18 de outubro de 2016

Introdução - desertos, canyons e Las Vegas USA 2016

A Europa sempre exerceu grande fascínio sobre nós e concentramos as nossas viagens explorando esse continente mas, de uns anos para cá, por possuirmos familiares vivendo na Flórida, passamos a viajar para os Estados Unidos, inicialmente foram viagens unicamente para visitar os familiares até que neste ano decidimos explorar o Grand Canyon e outros canyons próximos, obviamente incluímos Las Vegas e a fizemos nosso ponto de chegada e de partida.

Adquirimos nossas passagens com milhas e chegamos por Miami, daqui saímos no dia seguinte para Las Vegas. Não há voo direto entre Miami e Las Vegas e a viagem seria longa então dormimos em Miami, escolhemos um hotel dentro do aeroporto reduzindo o tempo perdido entre transfers; o hotel fica na área de check-in nacional e tínhamos a disposição as lojas e restaurantes do aeroporto.

Grand Canyon

domingo, 24 de julho de 2016

Zagreb e Karlovac, Croácia - Balcãs 2016

Finalmente chegamos em Zagreb, capital da Croácia e a nossa última parada. Zagreb é a soma de duas cidades medievais, Kaptol e Gradec, ambas fortificadas com muralhas e separadas por um córrego que foi palco de vários conflitos e que hoje é a Krvavi Most ou Ponte Sangrenta, somente uma lembrança dessa triste época. Hoje as duas formam a Cidade Alta de Zagreg, sua parte histórica, sendo a parte moderna conhecida como Cidade Baixa; ambas se encontram na Praça Bana Jelacic que homenageia um dos governadores da cidade com uma grande estátua sua. Ficamos num hotel nesta praça onde um palco estava sendo montado.






quinta-feira, 21 de julho de 2016

Lagos Plitvice, Croácia - Balcãs 2016

A caminho de Zagreb paramos na maior atração natural da Croácia, os famosos Lagos Plitvice que formam um parque nacional desde 1.949 e abrangem uma área de 300 km² com 16 lagos e várias cachoeiras entre eles.





terça-feira, 19 de julho de 2016

Zadar e Omis, Croácia - Balcãs 2016

Começava a nossa volta a Zagreb e escolhemos Zadar para uma última parada. Zadar fica numa península e seu traçado atual é romano tendo sido um porto importante no comércio de madeira e de vinho mas muito do seu patrimônio foi destruído pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Sua principal atração é o antigo forum, construído entre os séc. I a.C. e III d.C.; hoje restaram algumas fundações, parte do calçamento original e um enorme pilar usado na Idade Média como o "pilar da vergonha". Atualmente destaca-se ao fundo a Igreja de São Donato, o  Batistério da Catedral de Santa Anastácia e do outro lado a Torre do Sino.

forum romano e a Igreja de São Donato
Pilar da Vergonha e ao fundo a Igreja de Santa Maria
Pilar da Vergonha e Torre do Sino

domingo, 17 de julho de 2016

Mostar, Medjugorje, Pocitelj e Neum, Bósnia - Balcãs 2016

Para ir de Norte a Sul na Croácia obrigatoriamente se atravessa uma pequena faixa litorânea que pertence a Bósnia, é a cidade de Neum; fizemos dela a nossa base para conhecer outras próximas da fronteira. Em Neum observa-se a mesma beleza litorânea da Croácia e as fronteiras são bem tranquilas.