“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Atenas, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Atenas foi o berço da civilização européia sendo habitada há mais de 7.000 anos. Quando os atenienses dominavam o comércio no Mediterrâneo Oriental atingiu seu ápice, séc. V a.C., é dessa época a maioria dos edifícios históricos da cidade. Nosso interesse era por esses monumentos e escolhemos ficar num hotel no bairro Plaka com fácil acesso a eles, nosso objetivo não era explorar tudo o que a cidade tem a oferecer mas sim passear por dois dias curtindo o astral do lugar.

Acertamos na escolha do bairro e do hotel que oferecia além da localização uma vista soberba da Acrópole.





terça-feira, 14 de agosto de 2018

Monemvasia e Mystras, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Monemvasia é uma cidade construída num rochedo que possui uma única ligação com o continente, o istmo, hoje uma ponte. Sua construção ocorreu no séc. VI e foi um importante porto bizantino por mais de 700 anos quando contava com 50.000 habitantes e possuía uma frota que fazia comércio entre a Itália e o Mar Negro. Toda essa riqueza era cobiçada mas a cidade fortificada nunca foi tomada, somente caiu após um cerco prolongado.



























quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Epidaurus, Micenas e Tiryns, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Epidaurus era um grande centro terapêutico e religioso dedicado a Asclépio, deus da Medicina, que permaneceu em funcionamento do séc. VI a.C. ao séc. II d.C., mas esse nome se tornou famoso pelo seu teatro, o esplêndido Teatro de Epidaurus.



quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Antiga Corinto, Acrocorinto e Antiga Neméa, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Antiga Corinto foi uma importante cidade comercial no séc. VIII a.C. devido a sua posição, entre os golfos Sarônico e Corinto, sendo o caminho mais curto entre o Mediterrâneo Oriental e o Adriático. Permaneceu como uma potência naval até que foi destruída pelos romanos em 146 a.C., que a reconstruíram em 44 a.C. como uma cidade romana que prosperou bastante chegando a ter uma população de 800.000 habitantes, a maioria homens livres e judeus. No séc. IV d.C. foi destruída por Alarico que vendeu seus cidadãos como escravos mas continuou sendo habitada sofrendo invasão turca em 1.458, invasão pelos Cavaleiros de Malta em 1.612, controle veneziano de 1.687 a 1.715 quando foi novamente tomada pelos turcos até que ocorreu a independência da Grécia em 1.822 tornando-se uma cidade grega.

As ruínas revelaram a maior cidade romana na Grécia. 

terça-feira, 31 de julho de 2018

A adorável Náfplio e o Canal de Corinto, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Náfplio foi a nossa base no Peloponeso, foram 3 noites onde pela manhã explorávamos os vários sítios arqueológicos da região e à tardinha curtíamos esta cidade maravilhosa, para nós a mais bonita e agradável do continente. Localizada num golfo estreito e rodeada por grandes penhascos sempre teve importância militar e por isso foi disputada por otomanos e venezianos que deixaram suas marcas pela cidade. Após a independência da Grécia Náfplio foi sua primeira capital (1.829 a 1.834) mas com o assassinato do primeiro-ministro em frente a uma igreja viveu um período confuso que só terminou quando o príncipe da Baviera, que se tornou Rei Oto, chegou e através de seu poder a capital foi mudada para Atenas.

Há muito para ver na cidade mas no nosso primeiro dia simplesmente vagamos pelo seu calçadão a beira-mar lotado de cafés e restaurantes



que termina na Praça Iatrou que no dia apresentava um casamento grego com muita música e danças.



sexta-feira, 27 de julho de 2018

Delfos e Aráchova, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Saímos de Metéora em direção ao Sítio Arqueológico de Delfos, no caminho nos surpreendemos com uma bela serra de pinheiros, estávamos no Monte Parnaso que no inverno é uma importante estação de esqui.







quarta-feira, 25 de julho de 2018

Metéora, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Saímos de Milos e em menos de uma hora estávamos em Atenas onde pegamos mais um carro para explorar o continente. Nossa primeira parada foi em Metéora mas no caminho passamos por Termópilas, local da famosa batalha entre Esparta e Pérsia, tema do filme 300, lembrada por um grande monumento.

Leônidas

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Milos, Grécia - Grécia e Romênia 2018

Saímos num voo às 6:40 horas de Santorini, e mesmo fazendo escala em Atenas, antes das 10:00 horas já estávamos no nosso hotel em Milos. São 3 as cidades mais procuradas para se hospedar em Milos: Adamas: com uma boa praia, local onde fica o porto, muita oferta de bares e restaurantes, Pollonia: também tem boas praias, boa oferta de restaurantes e praias exóticas próximas e Plaka: capital da ilha, longe da praia, muitas subidas e lugares históricos. Acabamos por decidir por Pollonia pois foi lá que achamos um hotel de frente para o mar.

Tínhamos esta vista da varanda do quarto



À frente do hotel havia muitas pedras mas logo ao lado o mar era acessível.



quinta-feira, 19 de julho de 2018

Santorini, Grécia - Grécia e Romênia 2018

A Aegean voa de Barcelona para Atenas no final da manhã e praticamente perderíamos esse dia, por isso decidimos seguir direto para Santorini; chegamos no final da tarde. Santorini é uma ilha grande e um carro ou moto se faz necessário, pegamos nosso carro no aeroporto e seguimos para Firá, sua capital, onde dormiríamos por 2 noites. A maior dificuldade foi encontrar estacionamento próximo ao centro, não havia acesso ao hotel por carro e teríamos que levar as malas por uma bela subida, mas depois de algumas voltas encontramos uma vaga, ligamos para o hotel e logo tinha alguém nos ajudando...UFA!!!!

Santorini é uma ilha vulcânica habitada desde 3.000 a.C., em 1.450 a.C. sofreu uma grande erupção que resultou em uma enorme cratera com penhascos de até 300 metros de altura, a caldeira, hoje seu mais belo atrativo já que aqui foram construídas várias casinhas brancas de tetos abobadados.

Nosso hotel, sobre a caldeira, nos oferecia esta vista da varanda...



As ilhas a frente surgiram por atividade vulcânica mais recente.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Barcelona, Espanha - Grécia e Romênia 2018

Em 2005 estivemos em Barcelona por 4 dias e vimos a maior parte dos seus pontos turísticos, agora seria 1 dia e meio e queríamos ver lugares diferentes. Começamos por escolher um hotel próximo à Praça Catalunha e Ramblas, praticamente no Bairro Gótico, assim no dia que chegamos percorremos as ruas deste bairro. Nossa primeira parada foi na imensa Catedral cuja construção começou no séc. XIII sobre uma igreja românica. Fica numa grande praça e é difícil fotografá-la por inteiro.




segunda-feira, 16 de julho de 2018

Introdução - Grécia e Romênia 2018

Em 2007 passamos por Rodes, Atenas e Olímpia durante um cruzeiro e desde então não pensamos mais em conhecer melhor o país até que vi fotos de Meteora, lugar único e místico com seus monastérios no alto das montanhas, mas era distante de Atenas e, não sei exatamente o porquê, tinha algumas ressalvas sobre explorar a Grécia de carro; até que vi fotos de Monemvasia, uma cidade medieval numa ilhota, e decidi que este seria nosso próximo destino.

As passagens foram adquiridas com milhas pela TAP, que não voa para Atenas, então decidimos chegar por Barcelona, cidade que já visitamos em 2005 mas que sempre merece uma nova visita.

Pela proximidade acrescentamos a Romênia, uma semana é suficiente para ver o roteiro básico, e aproveitamos para voltar direto de sua capital, Bucareste, para onde a TAP voa.

Meteora, Grécia
Castelo de Peles, Romênia

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Cape Town II - África do Sul 2018

Os passeios que planejamos fazer eram ir até a Table Mountain, conhecer o Cabo da Boa Esperança passando por Simon's Town, percorrer a rota cênica ao redor do  Chapman's Peak e visitar vinícolas e as cidades onde ficam. Faríamos um em cada dia mas devido aos acontecimentos acabamos por ir ao Cabo da Boa Esperança retornando a Cape Town pela Chapman's Peak Drive em um dia e exploramos as vinícolas no outro, infelizmente não conseguimos subir para a Table Mountain pois os últimos dois dias foram muito nublados e com bastante vento.

No caminho para o Cabo da Boa Esperança paramos na Simon's Town para visitar a praia Boulders que abriga uma colônia de pinguins. A entrada é paga e percorre-se uma passarela sobre a praia para vê-los.


quinta-feira, 19 de abril de 2018

Cape Town I - África do Sul 2018

Cape Town ou Cidade do Cabo é o mais importante ponto turístico da África do Sul, encontra-se aos pés da Table Mountain (montanha da mesa) e apresenta influências holandesas, inglesas e africanas. Além da montanha outro ponto turístico é o cais reformado que recebeu o nome da Rainha Vitória e seu filho, V & A Waterfront, onde se encontram shoppings, lojas de artesanato, restaurantes, bares e vários hotéis e foi onde nós nos instalamos; uma delícia passear por aqui a qualquer hora do dia.

Chegamos num final de tarde de um sábado e reservamos mais quatro dias para conhecer a cidade e fazer os passeios tendo ela como base, os ingressos para visitar a Table Mountain compramos pelo site ainda aqui no Brasil http://www.tablemountain.net/. Como venta muito na cidade nem sempre o funicular funciona então os ingressos têm validade de 7 dias. Foi assim no dia que chegamos, um vento bem gelado mas isso não impedia que muitas pessoas estivessem circulando pelo Waterfront.



A Table Mountain sempre presente,



melhor ainda quando acompanhada de um dos excelentes vinhos sul africanos.



quinta-feira, 12 de abril de 2018

terça-feira, 10 de abril de 2018

Rota do Jardim I - África do Sul 2018

A Rota do Jardim, Garden Route, vai de Mossel Bay a Port Elizabeth, um total de 200 km com belas montanhas, praias e vinhedos. Pode ser percorrida pelo litoral, que foi o que fizemos, ou mais para o interior onde se encontram cavernas, vinícolas e fazendas de avestruzes. Há muitos parques com elefantes e, dependendo da época do ano, pode-se observar baleias e golfinhos, um safári marítimo.

Entre a Reserva e Port Elizabeth fica o Addo Elephant National Park, criado em 1.931 após a quase extinção dos elefantes na região do Cabo; sobraram cerca de 15 animais após uma grande matança em 1.919. Hoje o parque abriga mais de 450 elefantes além de outros grande mamíferos e pode ser explorado com o próprio carro ou com rangers.

Mas o nosso destino era Port Elizabeth, quinta maior cidade do país com um grande porto e belas praias. Fomos para a região mais antiga, a Donkin Reserve, com vistas de cidade e do porto, além do farol erguido em 1.861.



farol e memorial a Elizabeth