“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Garmisch-Partenkirchen e revisitando Neuschwanstein, Alemanha - ao redor dos Alpes 2017

Os dois últimos dias da nossa viagem seriam na Alemanha e estávamos muito perto de Fussen para deixar de visitar novamente Neuschwanstein, afinal quando aqui estivemos em 2008 ficamos sem bateria assim que entramos no castelo e sempre nos lamentávamos por não termos fotos da famosa ponte Marienbrucke, já que é só daqui que se consegue fotografar o castelo por inteiro. Na vez anterior subimos de charrete e descemos a pé, desta vez fomos e voltamos de ônibus.

O castelo continua maravilhoso mas eram muitas pessoas o visitando, para entrar na ponte havia um guarda limitando o acesso, tirar  foto era uma odisseia. Eu ainda resolvi seguir o caminho até a frente do castelo, já que estava ali... lugares lindos, fotos novas...





Depois de uma boa caminhada uma triste surpresa, sua frente estava com um tapume em reforma, aff!!! e lá volto eu decepcionada. No final algumas fotos do lugar de estacionamento do Neuschwanstein e do Hohenschwangau.



Missão cumprida seguimos para Garmisch-Partenkirchen que sediou os Jogos Olímpicos em 1.936 sendo o mais importante centro de esportes de inverno do país. Daqui também tem-se acesso ao pico mais alto da Alemanha, o Zugspite, nosso destino no dia seguinte. 

Um dos grandes destaques da cidade são as fachadas decoradas de suas casas.





O caminho entre essas cidades da Alemanha passou pela Áustria e um local nos chamou atenção, uma passarela a 179 metros de altura unindo ruínas de castelos, é o Ehrenberg Castle e a highline 179.














Nenhum comentário:

Postar um comentário