“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Aracaju, Sergipe - Brasil 2020

O destino principal desta viagem foi o Cânion do Xingó, a comemoração o aniversário de 70 anos do Carlos, para isso separamos 10 dias chegando por Aracaju, uma capital que não conhecíamos, depois fomos para Canindé do São Francisco, fronteira Sergipe Alagoas e de onde saem os passeios para o cânion, dormindo na cidade de Piranhas em Alagoas, daqui fomos para Barra de São Miguel curtir belas praias e calmaria, terminando em Maceió. Alugamos um carro pela Localiza e ficamos bem satisfeitos com o atendimento, houve a cobrança de uma taxa por devolução em local diferente da retirada o que é normal.

Infelizmente o Carlos estava resfriado e os nossos dias em Aracaju foram mais para descanso e sua recuperação. A cidade tem uma orla bem agitada pois a faixa de areia é bem larga havendo muitos restaurantes e bares, lagos, o Projeto Tamar, Museu e Oceanário.