“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Introdução - Serras e Canions, Santa Catarina e Rio Grande do Sul- Brasil 2020

 Após 6 meses de pandemia, com uma certa tranquilidade no momento, resolvemos aproveitar o feriado de 12 de outubro e conhecer um destino há muito tempo desejado, a Serra do Rio do Rastro. Uma opção era irmos com o nosso carro mas a vontade de aproveitar a proximidade para conhecer os canions e rever a  serra gaúcha nos fez optar por irmos de avião, chegando por Florianópolis e retornando por Porto Alegre. A parte inicial do roteiro foi de certo modo imposta pelas condições da Serra do Rio do Rastro que se encontrava em obras só abrindo para o trânsito a noite de dias de semana e nos finais de semana a partir das 13:00h do sábado, decidimos então sair de São Paulo na sexta-feira que antecedia o feriado, pegamos nosso carro alugado no aeroporto e dormimos em Florianópolis para seguirmos no sábado cedo já em direção a serra. Primeiro passo decidido agora era escolher onde dormiríamos, a ideia inicial era ficarmos por 2 noites em Urubici e uma outra no Resort da Serra do Rio do Rastro, hotel cobiçado há muito tempo; mas mais uma vez tivemos que mudar os planos pois não encontramos nenhum hotel disponível em Urubici, não imaginávamos que o feriado iria estimular tantas pessoas já que ainda havia muitas restrições. Após muita busca escolhemos dormir de sábado para domingo em São Joaquim chegando pela Serra do Rio do Rastro e as outras duas noites dormimos no Resort, preferimos sempre estarmos a noite numa região urbana mais central mas como o Resort é maravilhoso também ficamos satisfeitos.

Serra do Rio do Rastro

Depois de 3 dias na região serrana catarinense fomos para o Rio Grande do Sul por uma estrada sem asfalto mas que era a ligação mais direta para Cambará do Sul, cidade de fácil acesso para visitar os dois canions mais famosos da região.

Canion Fortaleza

Depois de 2 dias em Cambará fomos para Gramado, delícia rever essa cidade e toda a região após alguns anos. Mais 2 dias aqui e seguimos com calma para Porto Alegre explorando vários caminhos para no domingo retornarmos a São Paulo.

Rua Coberta, Gramado

Cerca de uma semana num momento muito difícil que todos estamos passando, suficiente para descansar e curtir passeios ao ar livre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário