“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”
Amyr Klink

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Introdução - Grã-Bretanha 2014

A Grã-Bretanha nunca exerceu um grande fascínio sobre nós, só começamos a cogitá-lo pelos comentários de colegas que viajaram para a Escócia e adoraram. Focamos então nesse destino e com a ajuda da Andrea do www.deiatatu.wordpress.com montamos um roteiro de 10 dias para a Escócia, deixando outros 9 dias para a Inglaterra e 1 para o País de Gales.

O grande desafio era dirigir na mão inglesa e nos preparamos vendo alguns vídeos, lendo experiências de blogueiros e alugando um carro automático. Escolhemos deixar Londres para o final e assim após várias horas de voo pegamos nosso carro com destino a Bath. Foi bem tenso mas meu marido saiu-se muito bem e percorremos os 165 km sem problemas. Sua maior dificuldade foi avaliar a distância do carro do lado esquerdo mas após dois dias de alguns sustos e gritos tudo ficou mais fácil e automático. Parabéns maridão...



Há muito para ver e, como sempre, tivemos que fazer escolhas. Duas cidades da Inglaterra eram obrigatórias, Londres e Liverpool, entre as duas acrescentamos Bath, pelos seus banhos romanos, e Stratford-Upon-Avon, por ser a cidade natal de Shakespeare. De Liverpool fomos para o País de Gales conhecer três maravilhosos castelos. Saímos em direção a Escócia passando pela região dos lagos da Inglaterra. O retorno seria puxado, cerca de 650 km para percorrer em dois dias passando pelas Borders, região fronteiriça entre Escócia e Inglaterra,  parando em York pelo seu centro histórico medieval. Daqui para um hotel próximo ao aeroporto passamos por Silverstone, autódromo inesquecível para os amantes de Senna, e Windsor, pelo lindo castelo. Devolvemos o carro e fomos para Londres, tínhamos só três dias para conhecê-la.

O clima foi constante, nublado..... e chuvoso....mas não chegou a atrapalhar pois as chuvas eram fracas e de curta duração. As enfrentamos com tranquilidade pois levamos casacos impermeáveis, recomendação valiosa dos amigos Narcísio e Dirlei do www.viajandoconosco.blogspot.com.br. Em Londres fomos agraciados com dias lindos de sol, calor e céu azul, os únicos durante toda a viagem.

Este é um destino caro a começar pelo moeda que vale 4 vezes mais do que a nossa. A maioria dos nossos hotéis foram das redes Premier Inn, Ibis, Holiday Inn e Bed and Breakfast. A grande maioria das atrações turísticas é paga e quase todas não se consegue fotografar a não ser que se compre o ingresso, fato lamentável pois nem sempre há tempo ou interesse em se explorar o interior, por isso é essencial planejar bem o que se quer ver e quanto tempo isso vai levar. Muito interessante e econômico são os Explorer Pass da Escócia, http://www.historic-scotland.gov.uk/explorer, que permitem conhecer várias atrações em períodos de 3 ou 7 dias por um preço fixo. Em Londres compramos com antecedência os ingressos para a London Eye e para a Torre e economizamos muito tempo de fila.

Além das grandes belezas naturais da Escócia, dos lindos castelos e das magníficas igrejas em ruínas o que mais nos encantou foi a educação, gentileza e prestatividade de todas as pessoas que encontramos, nos sentimos sempre muito bem acolhidos. Quanto a segurança nem preciso dizer que morremos de inveja das casas sem cerca e sem muros, dos estacionamentos seguros nas ruas, de poder andar tranquilos a noite. Enfim foi uma ótima viagem que nos deixou com a certeza de que ainda há muito a ver e conhecer.



















































3 comentários:

  1. Queridos Amigos. Ficamos felizes por termos sido úteis com nossas dicas. Para isso que servem nossos blogs, porque bebemos muito no de vocês, também. Estamos ansiosos pelos próximos relatos, tão saborosos feitos pela Inês.Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Felicidades por el viaje. Ya saben que cuando vuelvan a visitar España yo les hago una lista de los lugares bonitos, como el Valle de Núria en Cataluña.

    http://albertsolerd.blogspot.com.es/2014/05/el-valle-de-nuria-en-el-pirineo-catalan.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza iremos consultá-lo. Abraços

      Excluir